Rede Manchete

Corpo Santo

Visão geral de Corpo Santo

Por Miguel Rivera, em 22/01/2006
Corpo Santo - 1987
Corpo Santo - 1987

A Rede Manchete se lançou na aventura de repetir o sucesso de Dona Beija tendo como proposta base fazer uma novela reportagem enfocando o dia-a-dia dos personagens sem esquecer a mágica da ficção.

Corpo Santo foi criticada na época por ser uma novela muito "barra-pesada". Teve alguns problemas com grupos católicos, como o ultramoralista "O Amanhã de Nossos Filhos", da TFP.
Os autores José Louzeiro e Cláudio MacDowell sairam antes do final da novela. Wilson Aguiar Filho e a colaboradora Leila Miccolis foram convocados para concluir Corpo Santo.

A problemática da Aids foi pela primeira vez tratava numa novela, através da personagem Marina, uma prostituta interpretada pela atriz Eliane Narduchi.

Mas logo a Manchete conseguiu contornar os problemas. A novela teve um relativo sucesso, garantindo sempre um segundo lugar no Ibope com cerca de 14 pontos.

Primeira novela do ator Marcelo Serrado.

A novela foi reprisada na íntegra de 05/12/1988 a 20/07/1989, de 2ª a 6ª feira às 13h.
Também de 21/01 a 15/06/1991, em 121 capítulos, de segunda a sábado às 19h30 e 19h50.
E ainda de 02/08 a 27/10/1993, em 94 capítulos, de segunda a sábado às 18:30.

Por Miguel Rivera, em 22/01/2006

leia também sobre Corpo Santo

artigos

ver todos