pra sempre no ar

Kananga do Japao

Sobre Kananga do Japão

29/01/2006 por Miguel Rivera

A partir de agosto de 1989, uma novela traria de volta a Rede Manchete ao caminho das superproduções. Idealizada por Adolpho Bloch, entrava no ar Kananga do Japão. O sucesso veio rápido. Com um trabalho minucioso, a equipe da novela reconstituiu, em tamanho real, a Praça Onze da década de 30. A cidade cenográfica foi construída em Maricá, a 40 km da capital fluminense.

No início de 1989, Adolpho Bloch conversava com Carlos Heitor Cony sobre a realização de um antigo projeto de sua própria autoria. Baseado em passagens de sua vida, o empresário pediu ao escritor que preparasse a sinopse da novela. E assim Cony o fez. A sinopse foi apresentada e a novela começou a ser produzida com autoria de Wilson Aguiar Filho e direção de Tizuka Yamazaki.

Com cenas de erotismo e contando com uma direção de primeira qualidade, a novela registrou médias de 15 pontos de audiência, com picos de 19. Foi um sucesso, que contribuiu para o crescimento da emissora naquela época. Crescimento esse que culminaria na explosão do sucesso Pantanal, que substituiria Kananga.

A novela misturava ficção com realidade. O pano de fundo era o movimento musical dos anos 30, o que proporcionou um enlevo mágico ao projeto. No entanto, o autor soube costurar o folhetim com os principais momentos da história do país na década enfocada, como a Intentona Comunista de 35, que ganhou muita força no roteiro, principalmente com a dupla Cassiano Ricardo e Bettina Vianny ao encarnarem Carlos Prestes e Olga Benário.

Abertura de Kananga do Japão
Kananga do Japão foi apresentada com toques de grandeza que tinha início na ótima abertura, onde um casal dançava em meio a imagens de fatos que caracterizavam a época, entremeadas pelo carnaval de rua. A abertura foi coreografada por Carlinhos de Jesus, que também chegou a fazer uma participação na novela.

Dessa vez o gigantismo do projeto não se perdeu na telinha. Por trás havia a competência da direção de Tizuka Yamasaki e Carlos Guimarães, além de contar com um elenco perfeitamente escalado. O resultado final foi excelente, principalmente quando se depara que tal aparato aconteceu fora do profissionalismo de produção da Globo.

Os personagens de Cristiana Oliveira, Cláudio Marzo e Elaine Cristina morreram na trama para que seus intérpretes pudessem começar a gravar a novela substituta, Pantanal.

A diretota Tizuka Yamasaki declarou em entrevista:
"Tenho um estilo mãe de lidar com equipe. Com ator não me estresso. O ator é igual a um filho e se estressa em 90% dos casos porque está inseguro. A Christiane Torloni quis colocar outra figurinista em Kananga do Japão. O seu Adolpho (Bloch, dono da TV Manchete) me mandou um recado nesse dia: ’Se quiser, pode tirá-la da novela’ . Mas eu disse: ’Não posso. Ela é protagonista’. Aí, dei um gelo nela, comecei a tratá-la sem carinho. Quando você trabalha com um ator que parece criança, tem de agir como tal: dar castigo, ficar de mal. Fiquei sem falar com a Christiane durante um mês e meio, até o fim da novela. Ela fez brilhantemente o papel e, no último dia de gravação, dei-lhe um abraço e os parabéns."

Primeira novela da atriz Cristiana Oliveira. Última novela de Wilson Aguiar Filho, que faleceu logo depois de escrevê-la.

Kananga do Japão foi reprisada de 21/05/1990 a 18/01/1991, em 209 capítulos, de segunda a sábado às 19h30.
E também de 18/03 a 10/10/1997, em 149 capítulos, de 2ª a 6ª feira às 20h (e mais tarde às 19h).


 
espalhe:
leia também sobre Kananga do Japao
comentários
publicidade
fotos de 'Kananga'
  • Christiane Torloni foi Dora em Kananga do Japão
  • Cidade Cenografica de Kananga do Japao(1989)
  • Dora e Alex (Crhistiane Torloni e Raul Gazolla)
  • Adolpho Bloch, a diretora Tizuka Yamasaki e parte do elenco de 'Kananga do Japao' acenam para a imprensa durante a festa de lançamento da novela realizada em 19/07/89, direto da Cidade Cenografica de Marica(RJ)
  • Christiane Torloni em Kananga do Japão
  • Dora e Alex (www.teledramaturgia.com.br)
fãs da manchete
Menu » Home | Vídeos | Artigos | Fotos | História
 
Serviços » Login | Cadastre-se | Incluir Vídeo | Escrever Artigo | Incluir Foto
 
Novelas Jornalismo Infantis Mais
Pantanal
Ana Raio & Zé Trovão
Kananga do Japão
Mandacaru
Dona Beija
Xica da Silva
Corpo Santo
Mais Novelas
 
Jornal da Manchete
Carnaval da Manchete
Documentários
Esportes
Clube da Criança
Séries Japonesas
Cometa Alegria
Mais Infantis
Humorísticos
Variedades
Entrevistas
O Site » Quem Somos | Fale Conosco
 
Este site não possui qualquer relação comercial com a extinta TV Manchete Ltda.
No ar desde set/1999. Idealizado, mantido e desenvolvido por Diogo Montano
title= title=