Rede Manchete

Mandacaru

Tânia Alves volta à tevê em 'Mandacaru'

Por Ricardo Santos de Almeida, em 05/06/2006
Logotipo de
Logotipo de 'Mandacaru' 1997/1998 término da abertura
Tânia Alves volta à tevê em "Mandacaru"

Por: Cleide Cavalcante da Agência Estado

Tânia Alves não pára. O convite para fazer a Severina, em "Mandacaru", da TV Manchete, a pegou de surpresa mas ela não resistiu. Durante o dia, a atriz grava as cenas da novela, e o tempo que sobra dedica ao seu trabalho com a música. Até o fim do ano a atriz e cantora já tem shows agendados, todos os finais de semana, no País inteiro. Fora isso, Tânia Alves também dedica parte do seu tempo para, ao lado do marido Tadeu Viscardi, tocar os dois Spas Maria Bonita da família.

O fôlego para essa rotina intensa ela diz encontrar numa vida absolutamente regrada e na alimentação higienista. Esta é a quinta novela de Tânia Alves, sendo que a última foi "Tocaia Grande", também da Manchete. Em "Mandacaru", que já teve as participações especiais de Alceu Valença, Daniela Mercury e Marília Pera, ela faz a Severina. "Na verdade, interpreto três papéis ao mesmo tempo", explica. Severina, acusada de assassinato, está em fuga pela mata quando é encontrada por um jornalista amigo dela. "Ele, por sua vez, encontra um bando de cangaceiros determinados a retomar o domínio da pequena cidade de Jatobá. Então, eles resolvem contratá-la porque ela é uma atriz; assim, pode servir de espiã e, ao mesmo tempo, manipular o inimigo Zebedeu", conta Tânia Alves.

A Severina consegue isso afirmando receber a entidade de Dom Sebastião. "Ela se diz enviada de Dom Sebastião", lembra a atriz. "É muito gostoso e engraçado esse papel, até faço voz de homem quando estou ’incorporando’ a entidade", observa a atriz. Dom Sebastião, verifica, foi um rei de Portugal que promete voltar e trazer muita riqueza e felicidade para Zebedeu. "O Dom Sebastião é uma lenda do Nordeste", afirma.

Tânia Alves diz que, apesar de ter ficado dois anos longe da televisão, ultimamente teve de recusar alguns convites de trabalho. Um deles era para protagonizar uma novela da Globo. Sua carreira, marcada por prêmios nacionais e internacionais, conta com trabalhos como "Ti-ti-ti", "Pantanal", "Pedra Sobre Pedra", "Lampião e Maria Bonita", "Bandidos da Falange" e "Órfãos da Terra". "Sou muito arisca e, às vezes, as pessoas têm até dificuldade em me encontrar. Mas isso não quer dizer que estou parada, pelo contrário", garante. Ultimamente, Tânia Alves estava trabalhando no lançamento de seu mais recente disco, "Amores e Boleros 3".

Fonte: AN Tevê
Por Ricardo Santos de Almeida, em 05/06/2006

leia também sobre Mandacaru

artigos

ver todos