Rede Manchete

Xica da Silva

A história de Xica da Silva

Por Diogo Montano, em 11/04/2005
Xica da Silva(Tais Araujo) e Joao Fernandes(Victor Vagner) nos bastidores da primeira fase da novela.
Xica da Silva(Tais Araujo) e Joao Fernandes(Victor Vagner) nos bastidores da primeira fase da novela.

Xica da silva contou a história de uma escrava que virou rainha em pleno século XVIII. Atrevida e muito inteligente, Xica conquistou um marido rico, deixou de ser escrava e escandalizou a sociedade hipócrita de sua época, movida pela cobiça do diamante.


A história se passa na região do Arraial do Tijuco, em Minas Gerais, que depois se chamaria Diamantina. Xica, vivida por Taís Araújo, e Quiloa (Mauricio Gonçalves), dois escravos cansados dos mandos e desmandos de seu dono, o então contratador do Arraial do Tijuco, forjam um plano para roubar os diamantes extraídos da região, que o contratador guardava dentro de casa . O plano tem sucesso e, arruinado, o casal é preso pela Coroa de Portugal, perdendo suas propriedades e deixando, para trás seus três filhos, entre eles, a traumatizada Clara, vivida por Adriane Galisteu e Martin, personagem de Murilo Rosa.

Com todo o dinheiro em mãos e, para não levantar suspeitas, o casal decide esconder a caixa recheada de diamantes dabaixo da terra, para que, no futuro, tivessem dinheiro suficiente para comprar suas cartas de alforria.

Com a prisão do Contratador, Xica é vendida para o sargento-mor Cabral (Carlos Alberto), pai de Violante (Drica Moraes). Quiloa consegue fugir para o quilombo.

Na casa do sargento-mor, Xica conheceria o novo Contratador da Região, João Fernandes (Victor Wagner). Prometido a casar-se com Violante, o moço se encanta pela escrava e resolve comprá-la. Não querendo desagradar o contratador, Cabral vende a negra. Xica ficou pouco tempo na casa do sargento-mor, mas foi suficiente para que ele a violentasse sexualmente, tirando sua virgindade.

Convivendo com o Contratador, Xica desenvolveria ainda mais a paixão do rapaz. Depois de muito brigar com Violante, ele resolve desfazer o noivado e admitir publicamente sua paixão pela escrava. Esperta e decidida, Xica, desalforriada, se mune dos maiores luxos possíveis, com direito a um mar dentro de sua fazenda com um navio, além de possuir nada mais que sete mucamas.

Xica da Silva transformou-se numa verdadeira rainha, sempre esnobando a nobreza que antes a chicoteoava. Mesmo descriminada pela maioria, sempre foi dotada do dom de ajudar aos amigos. Apaixonada pelo marido, estava disposta a defender sua relação com unhas e dentes, inclusive batendo de frente com Violante, que a infernizava constantemente, demonstrando seu amor doentio pelo contratador. Para destruir Xica, utilizou inclusive técnicas de bruxaria, sendo apoiada pela bruxa benvinda, avó de Zé Maria e vivida por Míriam Pires.


Maria das Dores, vivida por Carla Regina e filha do Capitão-mor, interpretado pelo cantor Eduardo Dusek, fora prometida para Martin, filho mais velho do antigo contratador. Quando Matin perdeu tudo o que tinha e seus pais fugiram do Arraial, o capitão-mor proibiu seu casamento com Das Dores. Apaixonado, o casal passa, ao longo da história, as maiores dificuldades para conseguirem se encontrar. Das Dores é então prometida para o Capitão-do-Mato Jacobino (Haroldo de Oliveira) e é forçada a casar-se com ele. Apaixonados, Martin e das Dores resovem fugir, e ajudados por Xica Da Silva tiveram que se virar para não serem encontrados.


Acusada de bruxaria, por armação de Violante, Xica é presa e julgada à fogueira pela Igreja. Para libertar Xica, o contratador casa-se com Violante, que, influente, retira as acusações, libertando a ex-escrava. João Fernandes e Violante viajam para Portugal, separando assim o contratador de sua amada. Os dois se casam ,asm logo após a cerimônia, João Fernandes abandona Violante em seu Castelo e vem rever Xica no Brasil.


Violante se casa, mas logo depois, é largada pelo contratador. A moça corre atrás dele, mas fica sozinha e louca em seu castelo.


Na última cena da novela, Xica(Zezé Mota) aparece no casamento de sua filha (Taís Araújo), celebrado pelo seu filho mais velho(Ademir Zenyor), relembrando suas emoções com o contratador.

Por Diogo Montano, em 11/04/2005

leia também sobre Xica da Silva

artigos

ver todos