Rede Manchete

Trajetoria da Manchete

Morre o ex-jornalista da TV Manchete e deputado Marcio Moreira Alves

Vinheta Manchete anos 90
Vinheta Manchete anos 90
Morreu, no final da tarde desta sexta-feira (03), aos 72 anos, o jornalista e ex-deputado federal Márcio Moreira Alves, o Marcito. O ex-deputado estava internado no Hospital Samaritano desde o mês de outubro do ano passado, após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC).
Nascido na cidade do Rio de Janeiro (RJ) em julho de 1936, Alves começou sua carreira no Jornalismo aos 17 anos, no jornal Correio da Manhã, pelo qual cobriu a Guerra de Suez, entre Inglaterra e Egito. Seu último trabalho na mídia nacional foi como colunista do jornal O Globo, do qual só se afastou em razão da doença, e no qual permaneceu por dez anos.



Como político, é lembrado por seu perfil provocador. No ano de 1968, Alves, então deputado federal, fez um discurso inflamado em Plenário, no qual convocava seus pares a um boicote os desfiles militares da Semana da Pátria. Ainda no discurso, o jornalista pedia que as mulheres do país não namorassem oficiais do Exército.
E como jornalista trabalhou na Rede Manchete, na Revista Manchete e nas empresas Bloch. Na Rede Manchete era figura comum em comentários no Jornal da Manchete, e fez parte da equipe de jornalistas na fase de transição da IBF para a volta da Bloch na administração da emissora, isso em 1993. Também trabalhou no jornal O Globo
O corpo de Márcio Moreira Alves será velado na Assembleia Legislativa do Rio Janeiro, a partir das 9h deste sábado (04). Às 14h, o cortejo deixa o local e se encaminha ao crematório do Cemitério do Caju, onde está prevista uma cerimônia para às 15h.
Disponível em: http://portalimprensa.com.br/portal/ultimas_noticias/2009/04/03/imprensa27235.shtml
Por Bruno Fogão RJ, em 20/02/2009

leia também sobre Trajetoria da Manchete

artigos

ver todos