Rede Manchete

Dona Beija

Sobre Dona Beija

Por Diogo Montano, em 11/04/2005

Anúncio da novela, que deixava claro o apelo sensual da trama
Dona Beija entrou no ar em agosto de 1986. Baseada na Obra de Agripa Vasconcelos, foi adaptada por Wilson Aguiar Filho e dirigida por Herval Rossano. A novela teve 89 capítulos e um gasto total de 160 milhões de dólares. Protagonizada por Maitê Proença e contando ainda com grandes nomes como Gracindo Jr. e Carlos Alberto, a novela se consolidou como o primeiro grande sucesso da Rede Manchete na área de dramaturgia. Atingiu média de 15 pontos de audiência. Maitê Proença disse que "a vontade de que desse certo foi o que motivou a equipe a levar o trabalho adiante".

Sucesso em sua primeira exibição na TV Manchete, Dona Beija consagrou Maitê Proença como símbolo sexual ao exibir cenas da atriz tomando banho nua numa cachoeira e cavalgando nua. Tanto que, no ano seguinte, ela estampou a Playboy com um dos ensaios sensuais mais comentados da época.

Baseada nas obras de Dona Beija, a Feiticeira do Araxá, de Thomas Leonardo, e A Vida em Flor de Dona Beija, de Agripa Vasconcelos, a novela conta a trajetória de Ana Jacinta de São José, uma linda mulher que abalou a pacata Araxá (MG), no século XIX.

A mistura da beleza da chapada da Diamantina, na região de Minas Gerais vinha acompanhada de um fortíssimo enredo e de cenas de erotismo. A novela tinha os ingredientes necessários para manter o público ligado na tela da Manchete.

A novela era exibida no horário das 21:30hs, após o Jornal da Manchete e ainda foi assistida por um total de quinze países, entre eles, Estados Unidos e Japão.

Dona Beija foi reprisada duas vezes na Manchete:
 - de 09/05 a 20/08/1988, em 89 capítulos, de segunda a sábado, às 21h30.
 - de 05/10/1992 a 11/03/1993, em 102 capítulos, de 2ª a 6ª feira, às 21h30.
Ainda foi lançada em vídeo, em 1987.

Em 2009, o SBT decidiu reprisar a novela, fazendo suspense sobre durante o relançamento. A emissora anunciava uma "nova arma secreta", "mais um sucesso da TV Manchete", embalada no sucesso que a reprise de Pantanal teve no ano anterior. Mas a reexibição de "Beija" na faixa das 23hs ficou presa na média dos 4 pontos, e não correspondeu às expectativas de audiência.

Por Diogo Montano, em 11/04/2005

leia também sobre Dona Beija

artigos

ver todos