Rede Manchete

Trajetoria da Manchete

Justiça determina que RedeTV! pague FGTS dos ex-funcionários da Manchete

Por Diogo Montano, em 26/01/2012

A 28ª Vara Cível de São Paulo determinou, no último dia 25 de janeiro, que a RedeTV! pague o FGTS devido aos ex-funcionários da TV Manchete. O valor, estimado em R$ 100 milhões, deverá ser depositado em até 10 dias, "sob pena de bloqueio de contas bancárias ou diretamente junto aos anunciantes". A emissora oficialmente alega que uma decisão judicial transita no STJ e é capaz de reverter esta e outras decisões semelhantes que a coloca como sucessora de débitos da Manchete.

A informação é da coluna "Radar", de Lauro Jardim, que afirma ainda que essa decisão só deixou ainda mais pesado o clima na emissora, que há um ano vem passando por turbulências.  No segundo semestre, os salários começaram a atrasar, e a situação provocou a demissão da âncora de seu principal telejornal, que foi chorar as pitangas nas redes sociais. nas redes sociais sobre o atraso dos salários às vésperas do Natal. Além disso, um dos seus sócios está tentando vender sua parte na emissora, desde o ano passado.

Para piorar a situação, o processo para a renovação das concessões da RedeTV!  está paralisado há mais de 6 meses por conta do questionamento jurídico interposto pelos ex-funcionários da TV Manchete quanto ao não cumprimento das obrigações acordadas entre a emissora e o Ministério das Comunicações na época da transferência das concessões para o novo grupo de comunicação.

No dia 20 de agosto, os ex-funcionários promoveram um reencontro no Rio de Janeiro para discutir as questões, recolheram assinaturas, enviaram uma carta aberta à Presidente Dilma Roussef pedindo apoio. Além disso, um petição pública foi publicada na Internet para reconher assinaturas da população. No último dia 25 de outubro, o senador Jarbas Vasconcelos recebeu um grupo de ex-funcionários em Brasília e ofereceu apoio na solução das pendências trabalhistas que exigem o pagamento de dívidas  e outros compromissos firmados pela RedeTV! com o Governo Federal, como condições para a transferência das concessões da TV Manchete para o novo grupo de comunicação em maio de 1999.

Você também pode assinar a petição pública, e dar a sua contribuição para que as centenas de funcionários de todo o Brasil possam ver seus direitos respeitados. Clique aqui.

Por Diogo Montano, em 26/01/2012

leia também sobre Trajetoria da Manchete

artigos

ver todos